quarta-feira, 30 de setembro de 2009

Poema

Classificados da educação
Precisa-se de mentesCorações e corpos livres
Mãos ágeis e guerreiras.

Mentes dispostas a viajar
Em um mundo cheio de desventuras
De crianças e adolescentes
Condenados a duras agruras.

Corações sensibilizados
Com este universo decadente
Desses que não são letrado
E tornam-se a letra indiferentes.

Corpos em trânsito crescente
Em busca desse alunado
Para que felizes no presente
Pela letra sejam alcançados.

Mãos que transformem essa dor
De não saber ler e se encantar
São as mãos do educador
Que se doa para ensinar.

Precisa-se de educadores
Comprometidos com o ato de educar
Tratar na escola onde você trabalha
Ou comece em qualquer lugar.



AUTORA: Professora da Educação do Campo da SEMED-Floriano-Piaui :Josenilda Pereira de Almeida

Um comentário: